A educação brasileira é marcada por uma sequência de rupturas e contradições, que dificultam a construção de um claro projeto de futuro e mesmo a compreensão do que passou. Mas é essencial conhecer nosso passado e nosso povo para criar uma educação verdadeiramente nossa, que dê conta de superar a exclusão e a violência, que dialogue com o que somos.

Rompendo com propostas homogeneizantes, diversos educadores brasileiros se unem e se uniram criando práticas e políticas que afirmam nossa alma e criam algo original, uma educação dialógica, emancipadora e democrática. Contar algumas destas educações é o foco do Educação de Alma Brasileira. Reconhecer algumas de nossas principais características, histórias, experiências e educadores que marcaram nossa educação para poder construir nosso futuro. O livro Educação de Alma Brasileira inicia um diálogo sobre como seria uma educação pensada a partir de nosso povo, nossa cultura e nossa história.

Idealizado pela Vekante e correalizado por diversos autores, o livro conta com a curadoria de Pilar Lacerda, Natacha Costa, Helena Singer e Cleuza Repulho. Foi financiado pela Fundação SM, Fundação Itaú Social, Instituto C&A e contou com o apoio da Associação Cidade Escola Aprendiz.

CLIQUE AQUI PARA FAZER O DOWNLOAD GRATUITO DO LIVRO

O Livro é dividido em três principais partes: Movimentos da Alma, Momentos da Alma e Educadores & Experiências.

MOVIMENTOS

De muitos povos criou-se o Brasil: miscigenado, pulsante, diverso. Ao falar em alma brasileira, não há a intenção de torná-la estática, natural ou determinada, e sim de buscar por uma cultura brasileira em processo de constante construção no dia a dia de manutenções e rupturas. A proposta foi de compreender as dualidades culturais que mais se manifestam na educação nacional, com especial atenção à educação escolar.

Com a colaboração de entrevistados e participantes de uma pesquisa nacional, destacam-se 5 movimentos da alma brasileira: a esperança e o fatalismo, a integração e a exploração, a antropofagia e o complexo de vira lata, a amorosidade e a violência, o empreendedorismo e a inércia.

 

MOMENTOS DA EDUCAÇÃO DE ALMA BRASILEIRA

A extensão e diversidade do Brasil permite a convivência de muitos tempos e espaços em um só, negando a uniformidade geográfica ou a linearidade temporal. Por isso, os momentos da educação brasileira não abordam uma revisão historiográfica total, mas narram as irrupções de novas ideias e experiências que podem contextualizar o leitor e ajudar a explicar a construção de nossa alma.

Estes momentos não ocorreram em todo o país e nem estão encerrados: a educação indígena, primeiro momento, ainda pulsa e se renova diariamente; o desafio da qualidade, último, já surgiu há séculos e ainda é objeto de discussões.

 

EDUCADORES

Razão e sensibilidade, intuição e criatividade, amor e afeto, unem os mais de 16 nomes escolhidos (alguns escondidos como pequenos presentes ao leitor) para representar os educadores cujas ideias e práticas marcam a busca por uma educação verdadeiramente nossa.

Eles viveram em tempos e condições diferentes e trabalharam com diferentes causas, exemplificando – mas nunca resumindo – as diversas questões que enfrentam os educadores cotidianamente neste país continental.

 

EXPERIÊNCIAS

Concretizando propostas inovadoras, as experiências educacionais relatadas demonstram a possibilidade de uma instituição escolar que compreende e abraça as necessidades de seus alunos de maneira interdimensional, desenvolvendo o ser humano para além do estudante.

Entre os 18 títulos, há instituições privadas e públicas, conceitos generalizados de especialização (como educação do campo) e pequenos projetos locais, há experiências em andamento e já encerradas.

 

Sobre os autores

ANTONIO SAGRADO LOVATO

É empreendedor social e cineasta. Estudou Engenharia de Gestão e Licenciatura em Física na Universidade Federal do ABC e Cinema e Teatro em cursos e oficinas livres. É idealizador e diretor do filme Quando sinto que já sei e do projeto Educação de Alma Brasileira pela Vekante, onde desenvolve projetos culturais e educacionais com foco na transformação social. Foi cofundador do Movimento Entusiasmo e da Virada Educação. Atualmente é coordenador de Educação na Ashoka Brasil.

BRUNO BISSOLI

Graduou-se em Direito pela Universidade de São Paulo (USP) e cursou especializações em negócios sociais e mediação de conflitos, com ênfase em conflitos escolares. Trabalhou como voluntário na ONG Crea+ Brasil e no Grupo de Diálogo Universidade-Cárcere-Comunidade (GDUCC). Formou-se no módulo Formação de Governantes, da Escola de Governo. Fundador e educador do Pé na Escola, organização de educação política e em direitos humanos.

CAIO DIB

Fundador do Caindo no Brasil e educador do Santi_napraça, na Escola Santi. Formado em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero, integrou equipes de instituições como Abril Educação, Colégio Bandeirantes e Instituto Natura. Além disso, é autor de Caindo no Brasil: uma viagem pela diversidade da educação e Educação reinventada: a tecnologia como catalisadora de uma nova escola.

MARIANA VILELLA

Advogada e pesquisadora. Mestre em Educação (Currículo) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e graduada em Direito pela Universidade de São Paulo (USP). Trabalhou em ONGs e projetos de extensão universitária na área de Educação. Formada na Escola de Governo. Cofundadora e educadora do Pé na Escola.

RENATA FERRAZ

Mestre em Educação pela Universidade de São Paulo (USP) e graduada em Direito na USP. Membro do Grupo de Pesquisas em Direito à Educação e Direito Educacional da Faculdade de Direito da USP e educadora no Centro de Referências em Educação Integral. Foi cofundadora e educadora do Pé na Escola, sempre trabalhando com direito à educação e educação em direitos humanos.

TATHYANA GOUVÊA

Pedagoga formada pela Universidade de São Paulo (USP) e administradora pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e doutora em Educação pela USP. Foi coordenadora de projetos sociais e professora de graduação e pós-graduação. Atualmente é consultora e pesquisadora de inovação educacional e educação transformadora.

VANESSA PINHEIRO

Graduada em Direito pela USP, realizou mestrado profissional em Administração Pública pelo Instituto Nacional de Administración Pública da Espanha. Especializou-se em Direitos Fundamentais pela Universidade de Coimbra, Arte para Educadores no Instituto Brincante e em Ética, Valores e Cidadania na Escola pela USP. Foi cofundadora do Pé na Escola e colaboradora da Reevo (rede de educação alternativa).

 

Curadores

CLEUZA REPULHO  |  HELENA SINGER  |  NATACHA COSTA  |  PILAR LACERDA  |  RAFAEL PARENTE

CLIQUE AQUI PARA FAZER O DOWNLOAD GRATUITO DO LIVRO